Quanto custou minha santidade?

Muitos perguntariam: “Quanto custou a minha salvação? Hoje em dia, nessa caminhada “da vida cristã” somos reféns de uma cobrança dos cristãos triunfalistas, nos colocando goela abaixo: “UMA VIDA VITORIOSA?” A selvageria do capitalismo “cristão” adentrou nos portais da igreja com a proposta: “VOCÊ TEM QUE SER FELIZ!!!”

Essa semente que tem sido plantada em nossos púlpitos e tem produzido frutos de uma qualidade de “cristãos” SEM PODER, SEM AMOR e SEM MODERAÇÃO… ou seja, cristãos covardes, com medo de serem SANTOS. Até mesmo o fazer a “obra de Deus” deve-se ser questionado se é por uma satisfação pessoal (me projetar sobre os outros irmãos), ou porque eu O amo e quero fazer a sua vontade. “Temos que ter coragem pra ser diferente e ter compromisso pra fazer a diferença.”

Em Gênesis 1:26 diz que Deus nos criou sua imagem e sua semelhança. Se cremos que Deus é perfeito e n’Ele não há pecado, então fomos criados pra ser santos na sua imagem e na sua semelhança. Não fomos criados pra viver pecando. É uma questão de projeto de Deus, então porque pecamos?

1) É nossa natureza

O salmista diz que em pecado fomos concebido, somos agora imagem de Adão caído.

2) Porque acredito que fui criado pra ser feliz

Colocaram isso em minha mente, e agora busco desenfreadamente a minha felicidade. Quando entendo que fui criado pra ser santo e essa passa a ser minha prioridade, automaticamente é ligado em minha mente uma mudança de comportamento. Não tenho mais aqueles estereótipos padronizados com capas de “super crentes”, mas por dentro, com valores que não é de Jesus como:

  • Dar a outra face!
  • Dar a quem nos pede!
  • Estar pronto pra ser o último!
  • Ver o próximo como superior a nós mesmo!
  • Estar disposto a andar a segunda milha!
  • Entender que muito mais do que ser “FILHO DO REI”;

Temos que estar prontos pra ser “PROPRIEDADE PRIVADA” nas mãos d’Aquele que deseja que tenhamos PODER, AMOR e MODERAÇÃO para multiplicarmos a vida d’Ele.

Precisamos entender, que, se buscamos a SANTIDADE como prioridade consequentemente alcançaremos a FELICIDADE da qual Jesus tinha, e os discípulos curtiram mesmo tendo mortes trágicas. Porém quando nossa prioridade é a FELICIDADE, jamais alcançaremos a SANTIDADE; seremos cristãos fracos sem os verdadeiros VALORES que Jesus e as doutrinas apostólicas colocaram, para vivermos em nossas famílias uma vida SANTA, JUSTA e PIEDOSA.

Que Papai nos dê a verdadeira sabedoria, para podermos ter a graça que vem do alto; Para lidarmos com os verdadeiros VALORES. e assim podermos administrar esses VALORES como Jesus administrava com toda sua simplicidade. Ele nos salvou para sermos santos e irrepreensíveis, e nessa administração de VALORES, Ele inspirou ao escritor de Hebreus que escrevesse que se não tivéssemos PAZ com o próximo…, e sem santificação ninguém veria a Deus. Quero rasgar minha capa de “Crente”, e sentir que o meu coração é todo d’Ele em todo lugar e em todos os momentos! Um

Beijo no 💜 de todos

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.