Um Homem que Saiba tocar bem, Você sabe?

 “Manda, pois, senhor nosso, que teus servos, que estão em tua presença, busquem um homem que saiba tocar harpa; e será que, quando o espírito maligno, da parte do SENHOR, vier sobre ti, então, ele a dedilhará, e te acharás melhor. Disse Saul aos seus servos: Buscai- me, pois, um homem que saiba tocar bem e trazei- mo. Então, respondeu um dos moços e disse: Conheço um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar e é forte e valente, homem de guerra, sisudo em palavras e de boa aparência; e o SENHOR é com ele” (1Samuel 16:16-18).

Essa passagem nos fala de um forte testemunho dado sobre um músico: Davi. Um servo de Saul, que conhecia Davi muito bem, descreveu as virtudes daquele que poderia ser a resposta para as crises do rei atormentado pelo espírito maligno.

O caráter associado a arte de Davi foram os pontos observados pelo servo do rei. Davi tinha habilidade musical e algo mais. Era a pessoa ideal para solucionar o problema de Saul.

Quero pontuar três observações sobre Davi e sua musicalidade crendo que são princípios a serem desejados por todos os que servem a Deus com a música:

1) Um homem que saiba tocar harpa (16)

Davi sabia tocar harpa. Ele conhecia este instrumento e tinha condições de “tirar um som” do mesmo. Esse é o primeiro nível da observação porque nos fala de um nível de conhecimento básico. Saber tocar pode significar “saber fazer alguma coisa”, tocar, ao menos, uma música num determinado instrumento.

Quem está nesse nível deve dedicar-se a estudar seu instrumento e aperfeiçoar sua técnica. Sempre há muito mais para se desenvolver, musicalmente falando.

2) Um homem que saiba tocar bem (17)

O rei Saul exigiu um homem que soubesse tocar bem. Davi era exatamente essa pessoa. Ele tinha mais do que um conhecimento básico da harpa. Ele era habilidoso e tinha profundo e amplo conhecimento daquele instrumento.

Ao escrever este artigo me veio à mente que, geralmente, as pessoas falam de si mesmas: “eu sei tocar”. Porém, o testemunho: “ele sabe tocar bem” é dado por outros.

Saber tocar bem é um outro nível. Executar bem uma determinada coisa é ter domínio sobre ela. É sentir-se livre, à vontade; é fluir no que faz. Existem músicos que vão muito além do que simplesmente tocar. Eles dão vida, se expressam através de seus instrumentos.

3) “Um homem que sabe tocar e é forte e valente…” (18)

Pelo menos na música da casa de Deus, saber tocar ou tocar muito bem não é tudo. Existe um “algo mais”, normalmente e infelizmente negligenciado por músicos sem visão de Deus e de seu reino. Falo do caráter, a forma de ser que se manifesta nas atitudes das pessoas. Infelizmente existem muitos músicos com caráter desaprovado tocando nas igrejas. Se estes estão inseridos num processo de discipulado e treinamento, tudo bem; chegarão ao centro da vontade de Deus. No entanto, se estão sem perspectiva de mudança, como é possível ver em toda parte, precisam pedir misericórdia a Deus e “correr atrás da bola”.

Além de tocar muito bem, Davi era forte e valente, homem de guerra, sisudo em palavras e de boa aparência; e o Senhor era com ele. Eram tantas virtudes em seu caráter que sua habilidade musical era só mais um detalhe.

Existem pessoas cujo único valor é sua musicalidade. Essas pessoas são maravilhosas quando associadas a música, porém, desassociados dela…
Precisamos corrigir este problema com forte e amoroso discipulado para nossos músicos.

E você, sabe tocar?

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.