Textos de Provérbios sobre Preguiça e Diligência

Provérbios 6:6-8 Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos e sê sábio. Não tendo ela chefe, nem oficial, nem comandante, no estio, prepara o seu pão, na sega, ajunta o seu mantimento.

Provérbios 6:9-11 Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado.

Provérbios 10:4 O que trabalha com mão remissa empobrece, mas a mão dos diligentes vem a enriquecer-se.

Provérbios 10:5 O que ajunta no verão é filho sábio, mas o que dorme na sega é filho que envergonha.

Provérbios 12:11 O que lavra a sua terra será farto de pão, mas o que corre atrás de coisas vãs é falto de senso.

Provérbios 12:24 A mão diligente dominará, mas a remissa será sujeita a trabalhos forçados.

Provérbios 12:27 O preguiçoso não assará a sua caça, mas o bem precioso do homem é ser ele diligente.

Provérbios 13:4 O preguiçoso deseja e nada tem, mas a alma dos diligentes se farta.

Provérbios 14:4 Não havendo bois, o celeiro fica limpo, mas pela força do boi há abundância de colheitas.

Provérbios 14:23 Em todo trabalho há proveito; meras palavras, porém, levam à penúria.

Provérbios 15:19 O caminho do preguiçoso é como que cercado de espinhos, mas a vereda dos retos é plana.

Provérbios 16:26 A fome do trabalhador o faz trabalhar, porque a sua boca a isso o incita.

Provérbios 18:9 Quem é negligente na sua obra já é irmão do desperdiçador.

Provérbios 19:15 A preguiça faz cair em profundo sono, e o ocioso vem a padecer fome.

Provérbios 19:24 O preguiçoso mete a mão no prato e não quer ter o trabalho de a levar à boca.

Provérbios 20:4 O preguiçoso não lavra por causa do inverno, pelo que, na sega, procura e nada encontra.

Provérbios 20:13 Não ames o sono, para que não empobreças; abre os olhos e te fartarás do teu próprio pão.

Provérbios 21:5 Os planos do diligente tendem à abundância, mas a pressa excessiva, à pobreza.

Provérbios 21:25 O preguiçoso morre desejando, porque as suas mãos recusam trabalhar.

Provérbios 22:13 Diz o preguiçoso: Um leão está lá fora; serei morto no meio das ruas.

Provérbios 22:29 Vês a um homem perito na sua obra? Perante reis será posto; não entre a plebe.

Provérbios 24:27 Cuida dos teus negócios lá fora, apronta a lavoura no campo e, depois, edifica a tua casa.

Provérbios 24:30-34 Passei pelo campo do preguiçoso e junto à vinha do homem falto de entendimento; eis que tudo estava cheio de espinhos, a sua superfície, coberta de urtigas, e o seu muro de pedra, em ruínas. Tendo-o visto, considerei; vi e recebi a instrução. Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado.

Provérbios 26:13 Diz o preguiçoso: Um leão está no caminho; um leão está nas ruas.

Provérbios 26:14 Como a porta se revolve nos seus gonzos, assim, o preguiçoso, no seu leito.

Provérbios 26:15 O preguiçoso mete a mão no prato e não quer ter o trabalho de a levar à boca.

Provérbios 26:16 Mais sábio é o preguiçoso a seus próprios olhos do que sete homens que sabem responder bem.

Provérbios 27.18 O que trata da figueira comerá do seu fruto; e o que cuida do seu senhor será honrado.

Provérbios 28.19 O que lavra a sua terra virá a fartar-se de pão, mas o que se ajunta a vadios se fartará de pobreza.

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.