Primeira carta aos Coríntios, capítulo 14

Ao fazermos uma análise destes versículos podemos perceber uma clara orientação para os encontros da igreja. Vejamos:

1ª Cor 14.26:

“O que fazer, pois, irmãos?” A pergunta está relacionada com o que o Apóstolo disse antes sobre os dons de línguas e profecia. Após explicar o que acontece quando só falamos em outras línguas e quando profetizamos, o apóstolo faz esta pergunta, como quem diz “e agora, o que temos que fazer? manifestar um só dom? apenas falar em outras línguas e todos ao mesmo tempo?”

“Quando vos reunis, cada um tem…”. Aqui o apóstolo está trazendo clareza sobre a diversidade dos dons. Contrastando com o que estava acontecendo de só manifestarem um dom e todos ao mesmo tempo. Isto não é uma lista acabada, mas sim uma indicação de coisas que podem acontecer.

Salmos – são cânticos, orações, poesias, declarações de amor, de gratidão, de súplica, etc.
Doutrina – são mandamentos claros para serem obedecidos.
Revelação – é quando um versículo ou um texto se torna claro para mim.
Outra Língua – é a manifestação do dom de Línguas.
Interpretação – é dar sentido ao que falou em outra língua.

1ª COR 14.27-30

“…não sejam mais do que dois…”. Aqui o apóstolo está orientando a igreja como todos podem participar. A participação deve ser com diversidade nos dons e ordem.A participação não deve ser longa por parte de uma única pessoa e nem muitas pessoas manifestando durante muito tempo o mesmo dom. Isto nos ajudará a ficar atentos a tudo o que está ocorrendo, pois a nossa mente não consegue se prender por muito tempo à mesma coisa. Portanto, quando existe diversidade de manifestações e muitos participando o nosso aproveitamento é melhor.

1ª COR 14.28

“Mas, não havendo intérprete, fique calado na igreja…”. Aqui aprendemos que no culto a Deus não pode haver ansiedade. Temos que estar dóceis e sensíveis ao Espírito para saber o momento de participar e o momento de calar. Se não for possível participar hoje, aguardarei o momento que me seja propício.

1ª COR 14.31

“…para todos aprenderem e serem consolados”. Aqui está o objetivo da participação de todos e da diversidade dos dons, pois é praticando o que está nos versículos acima que poderemos colher o que está no versículo 31.

Nesta porção da Escritura aprendemos muitas coisas, mas podemos ressaltar três: PARTICIPAÇÃO DE TODOS, DIVERSIDADE DOS DONS E SEM ANSIEDADE.

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.