O primeiro Amor

Logo que me converti não aceitava muito essa história de abandonar o primeiro amor. Achava tão impossível isso acontecer comigo. Como eu poderia um dia esfriar no amor ao Senhor? Nunca, jamais. Hoje vejo que pensava assim justamente porque eu estava no primeiro amor. O amor que se sente quando se descobre o Salvador, o Amigo, o Amado, o Senhor Jesus. Ele ocupa todos os nossos pensamentos e enche todos os espaços do nosso coração. Todo nosso desejo converge para Ele, nada mais importa, Ele nos basta. Desagradá-lo é tudo que não se quer na vida, é melhor a morte e, por isso, vamos facilmente para a cruz com nossos próprios desejos toda vez que é necessário.

Mas, se Jesus falou em primeiro amor, é porque existe um outro amor que não é o primeiro. Pode ser um segundo amor, um terceiro, mas não queremos que ele seja o último, não é verdade? Não queremos ser encontrados por Jesus com um amor de segunda. Queremos que nosso último amor, o amor que entregaremos a Jesus quando nos encontrarmos com Ele, seja do tipo  primeiro amor. Graças a Deus que o próprio Jesus diz que é possível retornarmos ao primeiro amor e mostra que depende basicamente de nós. Ele deseja isso, mas é uma escolha nossa:

“Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras;” (Apocalipse 2.4-5)

 

Para voltarmos precisamos antes reconhecer ou perceber que saímos dele. Caso  contrário, como poderemos mudar de atitude e escolher voltar para  o primeiro amor se acharmos que ainda estamos nele? Glória a Deus que Ele fala conosco, cabe a nós ouvi-lo e não endurecer o nosso coração.

Jesus deixou de ser tudo que você precisa para estar bem e feliz? Você está achando que precisa de algo mais além de Jesus para ficar bem? Em qualquer circunstância você busca o Senhor e recebe a sua Paz que supera todo entendimento? Você tem preferido renunciar a sua vontade própria a desagradar Jesus?  Você enche a sua boca e fala que Jesus é seu e você é Dele (MEU Jesus)? Você é louco por Jesus?  Não quer pecar por amor a Jesus e, quando peca, entristece-se profundamente e se arrepende? Ama o coração de Jesus? Ama a Palavra de Jesus? Ama o nome de Jesus? Ama tudo que vem de Jesus? Tem ódio do diabo porque ele é o inimigo de Deus? (devemos amar as pessoas, mas podemos odiar o diabo, ele não é humano e odeia a Deus). Não quer nada com o diabo por amor a Jesus? Acha o nome de Jesus o mais lindo de todos?  Seu coração se enche ao falar da santidade, da beleza e da pureza de Jesus? Ele tem sido a prioridade de sua vida? Não acha nada mais prazeroso que estar na presença de Jesus? Sente que está aqui na terra para servir a Jesus? Eu poderia continuar escrevendo aqui sem parar sobre as expressões desse amor a Deus, desse amor a Jesus. Um amor que começa em nós porque antes recebemos Dele. Ele nos amou primeiro.

Jesus o chama de volta. O caminho ainda está disponível. Os Seus braços sempre abertos. Mais que seu serviço, Ele quer você e lhe quer por inteiro. Marta estava servindo a Jesus, mas Ele também a queria junto Dele, com Ele, como Maria estava. Nada pode substituir essa intimidade com Jesus, nada. É o desejo Dele. Ele quer o nosso coração, por amor a nós. E, por amor a Ele, em resposta ao amor que recebemos, entregamos nosso coração a Ele. Somos teus, Senhor. Que seja assim para sempre: eterno primeiro amor.

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.