O Homem e as Duas Árvores – O Homem Ressuscitado pela Árvore da Vida

O plano eterno de Deus, a Sua economia, é-nos revelado por meio dos sessenta
e seis livros da Bíblia. Bem no início da Bíblia, Deus é visto criando o homem como o
centro de toda a criação com o propósito de expressar a Si mesmo. Em Sua economia,
Deus quis que o homem O expressasse como o centro de todo o Seu universo.

Deixe-me perguntar-lhe: quando você foi regenerado? Em 1958? Isso é muito tarde! Você foi regenerado pela ressurreição de Cristo (1 PE 1:3). Quando Cristo ressuscitou, nós, aqueles que creem Nele, também fomos ressuscitados. Isso pode ser provado por Efésios 2:5, 6: Deus “nos deu vida juntamente com Cristo, – pela graça sois salvos, e juntamente com ele nos ressuscitou”.

Na ocasião da ressurreição de Cristo, também fomos ressuscitados com Ele. Oh! Precisamos ser impressionados. O homem fora arruinado por Satanás quando este entrou nele. Mas Deus, pela encarnação, revestiu-se deste homem com Satanás dentro dele, levou este homem à cruz, levou este homem – incluindo Satanás – à morte e enterrou este homem no túmulo.

Ele então introduziu o homem na ressurreição, e, por meio desta ressurreição, o homem se tornou um com Deus. Pela encarnação, Deus entrou no homem e pela ressurreição o homem se tornou um com Deus. Agora, Deus está no espírito do homem.

Devemos estar jubilosos

Devemos estar jubilosos – mas não demais. Por quê? Porque temos sempre de carregar a cruz diariamente. Sempre que a nossa carne estiver fora da cruz, descobriremos que Satanás está vivo novamente. Temos de dizer “Aleluia”, porque o Senhor Jesus está em nosso espírito; mas também devemos estar alertas porque ainda estamos nesta carne. Quando a carne sai da cruz, o diabo fica vivo eternamente.

É por isso que devemos viver no espírito todo o tempo e aplicar a cruz à carne. Embora Satanás, pela queda, tenha entrado no homem, ele foi tratado pelo Senhor, e agora, pela ressurreição, o Senhor está dentro de nós. De agora em diante, a nossa responsabilidade e ocupação não é tentar fazer alguma coisa boa.

O bem só irá nos iludir e cegar-nos. Devemos simples seguir o Senhor no espírito e aplicar a cruz à carne. Isso irá espontaneamente levar Satanás à morte. Aprendam a praticar esta única coisa com esses dois aspectos: seguir o Senhor no espírito, e levar a carne, que inclui Satanás, à morte na cruz.

Então, qual será a consumação final e máxima?

Então, qual será a consumação final e máxima? Simplesmente isto – por um lado, haverá a Nova Jerusalém; por outro, o lago de fogo. A Nova Jerusalém é o Deus Triuno amalgamado com o homem ressurreto, e o lago de fogo é a destruição final e máxima de Satanás. O lago de fogo é o lugar de Satanás. Tudo o que não é relacionado ao Deus Triuno e ao homem ressurreto será colocado dentro do lago de fogo com Satanás.

Haverá somente uma única árvore na Nova Jerusalém – a árvore da vida. A outra árvore estará no lago de fogo. Esta é a conclusão final e máxima de toda Bíblia. A Bíblia começou com três partes, mas a consumação final e máxima será a Nova Jerusalém com apenas a primeira árvore no centro da cidade e o homem ressurreto como a expressão do Deus Triuno.

A segunda árvore será lançada no lago de fogo. Todas as coisas e todas as pessoas relacionadas com a segunda árvore terão o mesmo destino de Satanás: o lago de fogo.

O Homem e as Duas Árvores está dividido em 4 partes:
1) O Homem Neutro entre as Duas Árvores
2) O Homem Corrompido pela Árvore da Morte
3) O Homem Libertado da Árvore da Morte
4) O Homem Ressuscitado pela Árvore da Vida (Você está aqui)

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.