Lição infantil Parábola do Filho pródigo

Nesta história também aprendemos que não importa a gravidade dos nossos pecados ou erros. Sempre que nos arrependemos Deus nos perdoa e restaura. Ele é aquele pai compassivo e amoroso que nos recebe de volta, e ainda faz uma grande festa em comemoração! Você pede perdão com frequência?

Principio da lição: Deus me perdoa sempre que me arrependo.

Texto base:

“Disse-lhe mais: Certo homem tinha dois filhos. O mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me toca. Repartiu-lhes, pois, os seus haveres. Poucos dias depois, o filho mais moço ajuntando tudo, partiu para um país distante, e ali desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente. E, havendo ele dissipado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a passar necessidades. Então foi encontrar-se a um dos cidadãos daquele país, o qual o mandou para os seus campos a apascentar porcos. E desejava encher o estômago com as alfarrobas que os porcos comiam; e ninguém lhe dava nada. Caindo, porém, em si, disse: Quantos empregados de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome! Levantar-me-ei, irei ter com meu pai e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados. Levantou-se, pois, e foi para seu pai. Estando ele ainda longe, seu pai o viu, encheu-se de compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou. Disse-lhe o filho: Pai, pequei conta o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, e vesti-lha, e ponde-lhe um anel no dedo e alparcas nos pés; trazei também o bezerro, cevado e matai-o; comamos, e regozijemo-nos, porque este meu filho estava morto, e reviveu; tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a regozijar-se. Ora, o seu filho mais velho estava no campo; e quando voltava, ao aproximar-se de casa, ouviu a música e as danças; e chegando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo. Respondeu-lhe este: Chegou teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo. Mas ele se indignou e não queria entrar. Saiu então o pai e instava com ele. Ele, porém, respondeu ao pai: Eis que há tantos anos te sirvo, e nunca transgredi um mandamento teu; contudo nunca me deste um cabrito para eu me regozijar com meus amigos; vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado. Replicou-lhe o pai: Filho, tu sempre estás comigo, e tudo o que é meu é teu; era justo, porém, regozijarmo-nos e alegramo-nos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; tinha-se perdido, e foi achado.” – Lucas 15:11-32

Texto chave:

“Quem tenta esconder os seus pecados jamais prosperará; mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona” Provérbios 28:13

Objetivos educativos:

  1. Sentir-se compreendidos e amados por Deus
  2. Saber que o amor de Deus nunca acaba.
  3. Entender o que significa arrependimento.
  4. Aprender que nunca deve ter medo de pedir perdão.
  5. Saber que Deus nos perdoa sem importar o que tenhamos feito.

Material:

Hora da História

Conte a história e vai colando as imagens na parede, já coloridas.

“Um homem tinha terras, muitos bens (Figura 1 Coloque a casa) e trabalhava no campo. Ele (Figura 2 coloque o homem próximo da casa) tinha dois filhos (Figura 3 e 4 coloque os filhos um de cada lado do pai).Certo dia o mais moço cansado de tanto trabalho, disse ao pai : “Pai, quero que o senhor me dê agora a minha parte da herança, o meu dinheiro”.

E o pai muito pesaroso repartiu os bens entre os dois filhos. (Figura 5 e 6, coloque um saco de dinheiro em cada mão do filho pródigo) Poucos dias depois, o filho mais moço ajuntou tudo o que era seu e partiu para um país que ficava muito longe, ele queria se divertir, queria ser alguém importante e reconhecido. (Coloque a figura da cidade em outra do lado das outras Figura 7 e coloque ali a figura do filho pródigo) Ali viveu uma vida cheia de pecado e desperdiçou tudo o que tinha com pessoas más, que só estavam com ele por causa do dinheiro. (Tire a figura do filho pródigo e coloque a figura do filho pródigo sem dinheiro e sujo Figura 8)

O rapaz já havia perdido tudo, e os seus amigos o abandonaram porque o dinheiro acabara. Então houve uma grande fome naquele país, e ele começou a passar necessidade, procurou ajuda, mas ninguém se dispôs a ajudá-lo. Então procurou um dos moradores daquela terra e pediu emprego.

Este o mandou para a sua fazenda a fim de tratar dos porcos. (Figura 9 dos porcos) Ali, com fome, ele tinha vontade de comer o que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada. Caindo em si, e muito arrependido o moço pensou: “Quantos trabalhadores de meu pai têm comida de sobra, e eu estou aqui morrendo de fome! Vou voltar para a casa de meu Pai e dizer :“ Pai, pequei contra Deus e contra o senhor e não mereço mais ser chamado de seu filho. Aceite-me como um de seus trabalhadores” Assim decidido a pedir perdão, saiu dali e voltou para a casa do pai.

Quando o rapaz ainda estava longe de casa, o pai o avistou. E, com muito amor pelo filho, correu, e o abraçou e o beijou. E o filho muito arrependido disse: “Pai, pequei contra Deus e contra o senhor e não mereço mais ser chamado de seu filho” (Coloque a figura do filho pródigo –Figura 8- pertinho da figura do pai)

Mas o pai ordenou aos empregados: “Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. Ponham um anel no dedo dele e sandálias nos seus pés. Também tragam e matem o bezerro gordo.Vamos começar a festejar porque este meu filho estava morto e viveu de novo; estava perdido e foi achado”.

Assim é Deus. Como um verdadeiro e amoroso Pai. Sempre está de braços abertos, prontos para nos perdoar e nos receber de volta. Não importa quanto tempo você fique longe, o amor do Pai nunca muda.

Esse é o amor de Deus por nós, eterno.

Aplicação: 

Você sabe o que é arrependimento? (Deixe as crianças responder)

O arrependimento é mudança na mente, na maneira de pensar que faz com que a pessoa mude na maneira de agir, tomando decisões que agradam a Deus e se afastando do pecado. É como se uma pessoa fosse por um caminho e logo percebe o seu erro e muda completamente voltando pela direção contraria. (líder caminhe falando e vire 90° voltando) Foi o caso do filho pródigo, depois do seu erro ele pensou e percebeu o seu pecado, então, arrependido decidiu voltar para o seu pai e pedir perdão.

É muito importante se arrepender logo, sempre que erramos, isso é necessário para que alcancemos o perdão.

Tem muitas crianças que fazem muita arte, desobedecem aos seus pais, xingam, maltratam aos seus colegas, não tem um bom comportamento na escola e nunca se arrependem! Às vezes até são confrontadas pelos seus pais, líderes ou professores e então encobrem o pecado, mentem, disfarçam e finalmente não assumem ou culpam a outras crianças. O Filho pródigo tinha errado muito com o seu pai, mas ele se arrependeu, e por isso foi abençoado.

No texto Chave de Hoje lemos (Abra em Provérbios 28:13) “Quem tenta esconder os seus pecados jamais prosperará; mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona”

Sempre que percebemos o erro ou o pecado, sempre que o Espírito Santo fica triste dentro do nosso coração devemos nos arrepender e pedir perdão.

Hoje a gente escuta muito a palavra “desculpa aí, foi mal”, mas essa não é a maneira correta de pedir perdão segundo a bíblia. Devemos dizer: “ Você me perdoa pelo que fiz? Estou arrependido! Não voltarei a fazer isso de novo”

Nesta história também aprendemos que não importa a gravidade dos nossos pecados ou erros.

Sempre que nos arrependemos Deus nos perdoa e restaura. Ele é aquele pai compassivo e amoroso que nos recebe de volta, e ainda faz uma grande festa em comemoração! Você pede perdão com frequência?

Porque muitas vezes não gostamos de pedir perdão?

O que você normalmente faz quando outra criança te machuca, ofende ou maltrata?

Você oferece o seu perdão?

Você tem guardado mágoa de alguém que te machucou?

Hoje voltando para casa se você tem que pedir perdão para alguém, faça-o.

Líder guie às crianças em uma oração liberando perdão para as pessoas que as magoaram e pedindo a Deus um coração quebrantado disposto ao arrependimento.

Atividade: Completar a folhinha e pintar

Baixe estas imagens para usar como atividade para esta lição

Atividade infantil Parábola do Filho pródigo

ZIP | 81 downloads | 146,0 KB

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.