Lição infantil Parábola da ovelha perdida

Não importa onde você está. Deus sempre vai ao seu encontro.

Principio da lição: Não importa onde você está. Deus sempre vai ao seu encontro.

Texto base:

“Ora, chegavam-se a ele todos os publicanos e pecadores para o ouvir. E os fariseus e os escribas murmuravam, dizendo: Este recebe pecadores, e come com eles. Então ele lhes propôs esta parábola: Qual de vós é o homem que, possuindo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto, e não vai após a perdida até que a encontre? E achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo; e chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos e lhes diz: Alegrai-vos comigo, porque achei a minha ovelha que se havia perdido. Digo-vos que assim haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento. Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma dracma, não acende a candeia, e não varre a casa, buscando com diligência até encontrá-la? E achando-a, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu havia perdido. Assim, digo-vos, há alegria na presença dos anjos de Deus por um só pecador que se arrepende.” – Lucas 15:1-10

“Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem” – João 10:14

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” – 1 João 1:9

Texto chave:

“Assim também o Pai de vocês, que está no céu, não quer que nenhum destes pequeninos se perca. ” – Mateus 18:14

Objetivos:

  1. Saber que os pecados nos afastam de Deus.
  2. Saber que Jesus se importa com cada vida que pertence a Ele.
  3. Saber que o arrependimento nos aproxima novamente do nosso Bom Pastor.

Material:

As três figuras para ilustrar a parábola.

Uma copia da atividade para cada criança.

Cadeiras ou giz para o quebra-gelo.

Hora da história:

(Cartaz 1) Certa vez Jesus estava ensinando. Muitos cobradores de impostos que eram odiados pelo povo e pessoas que tinham fama de serem más estavam escutando.

Os fariseus que eram os homens que não gostavam de Jesus e que entendiam muito da Lei começaram a criticar Jesus e a dizer: “ Este homem se mistura com gente de má fama e come com eles!”. Jesus então contou-lhes uma parábola.

(Cartaz 2) “Um pastor tinha cem ovelhas e ele amava cada ovelha do seu redil. Ele levava o rebanho a comer nos melhores pastos. Todas as ovelhas o seguiam obedientes, menos uma delas. Ela era muito inquieta e não seguia com atenção ao bom pastor, ficava entretida com coisas tolas. Aconteceu que essa ovelhinha distraída um dia brincando se afastou do pastor e dos seus cuidados. Passado um tempo ela percebeu que estava num lugar perigoso e estranho. Ela não sabia voltar sozinha. E sem querer deu um pulo e caiu num barranco. Machucada e se assustada começou a berrar. Era o único que sabia fazer.

O pastor que era muito responsável, contava todos os dias as suas ovelhas. Então quando contava percebeu que faltava uma delas, aquela que sempre que gostava de encrencas. O Pastor ficou muito triste porque amava muito as suas ovelhas.

O que ele fez? Deixou as noventa e nove pastando no campo e foi procurar a ovelha perdida no barranco até achá-la”.

(Cartaz 3) Quando a encontrou ficou muito contente, pegou-a nos seus carinhosos braços e voltou com ela carregada nos ombros. Chegando em casa, chamou os amigos e vizinhos e disse: “Alegrem-se comigo porque achei a minha ovelha perdida!”

Jesus então lhes disse: “ Do mesmo jeito haverá maior alegria no céu por uma pessoa de má fama e pecadora que se arrepende do que 99 pessoas justas e boazinhas que não precisam se arrepender.

Aplicação

O Salmo 23.1 diz: “O Senhor é o meu pastor: nada me faltará.”

Quem é este pastor do Salmo? Isso mesmo: Jesus.

Ele mesmo diz em João 10:14:

Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem.

E quem são as suas velhas? Sim, somos nós que o recebemos nos nossos corações como Senhor e salvador.

Muitas vezes nós somos como essa ovelhinha distraída que em lugar de seguir de perto o nosso bom pastor, fazemos coisas que nos afastam do nosso Senhor. Essas coisas se chamam pecados.

Você pode dar alguns exemplos de pecados? (Deixe eles responder)

– Mentir, roubar, desobedecer aos nossos pais, bater nos outros, dizer palavrões, etc. Essas coisas nos distanciam do nosso pastor.

O que você acha que Jesus sente quando fazemos essas coisas? (Deixe eles responderem)

Será que Jesus, o nosso pastor nos deixa de amar quando pecamos? (Deixe eles responder)

– NÃOOOOOOO! Ele jamais nos deixará de amar! Mas Jesus não ama pecados, assim como pastor não amava a desobediência da sua ovelhinha. E assim como o pastor foi atrás dela, Jesus também nos busca e nos diz: Venha filinho, abandone o pecado e volte comigo nos meus braços.

Como podemos fazer para voltar ao braços do nosso pastor? (Deixe eles responder)

– Através do arrependimento, confessando os nossos pecados e pedindo perdão ao Senhor. Vejamos o texto de 1 João 1:9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”.

Jesus é o seu pastor? Você já o recebeu como Salvador? (se tiver crianças novas esta é a hora de  guiá-las em oração de entrega)

Você tem desobedecido ou feito coisas que o afastam do seu pastor o Senhor Jesus? (Deixe-os comentar o que fizeram)

Vamos fazer uma oração pedindo perdão ao Senhor?

Baixe estas imagens para usar como atividade para esta lição

Atividade infantil Parábola da ovelha perdida

ZIP | 12 downloads | 176,6 KB

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.