Jesus é o Senhor do Universo

O senhor tem nos levado a fazer uma revisão a cerca dos fundamentos da nossa fé. Temos sido alertados sobre os fundamentos da vida de um discípulo.

Fomos lembrados a cerca de vários edifícios interditados por problemas no fundamento e esse problema pode levar à destruição total da construção.
Então vamos olhar onde nossa fé esta alicerçada. Nossa fé estar alicerçada em que?
Já abordamos anteriormente alguns assuntos a respeito do Reino de Deus e agora, falando em fundamento, é obrigatório nos concentrar na vida e obra de Cristo.

Jesus é o fundamento do Reino de Deus.

“Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus. Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.” – 1 Coríntios 3:9-11

Então o fundamento da nossa fé tem nome e sobrenome: Jesus Cristo – fundamento da fé cristã.

“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus;” – Efésios 2:19

Pedra angular significa a pedra principal de uma construção. Somos exortados diversas vezes nas escrituras para olharmos e considerarmos a vida e obra de Jesus.

Jesus cristo é o filho de Deus.

Quando falamos de Jesus, estamos falando do filho de Deus e mais profundamente, estamos falando do próprio Deus.
“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” – João 1:1-3

Que verbo é esse?

“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” – João 1:14
Então temos:
“No princípio era Jesus, e jesus estava com Deus, e Jesus era Deus. Jesus estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Jesus, e sem Jesus nada do que foi feito se fez.” – João 1:1-3
Todo homem e mulher começa a existir no momento em que é gerado na gravidez da mãe, inclusive a legislação protege a criança na barriga da mãe, portanto o aborto além de crime é pecado.
Mas houve uma exceção, Jesus não passou a existir no ventre de Maria, Ele existia antes de todas as coisas. Quando Deus começou a criar todas as coisas, Jesus já existia.
Jesus aqui na terra continuou sendo Deus.
Muitas pessoas estão enganadas pelo diabo achando que Jesus era uma pessoa comum, dizendo que Deus é Deus e Jesus é um profeta.
Pessoas comparam Jesus com buda e Maomé, mas em nada podemos comparar Jesus com pessoas comuns.
O fato é que o próprio deus ter vindo na terra e viver como homem para nos salvar.
“E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus.” – 1 João 4:14-15
Não confessar que Jesus é filho de Deus é se apartar do próprio Deus e é isso que o inimigo quer implantar em nossa mente. Que Jesus é uma pessoa comum e não o filho de Deus.
Jesus viveu aqui na terra sem utilizar os atributos que ele tinha.
Imagine o homem mais rico do mundo decidir viver como mendigo. Ele tem duas possibilidades para isto.

1 – Doar toda a sua riqueza, ficar sem nada e assim viver como mendigo;
2 – Permanecer com sua riqueza guardada e ir viver como mendigo, como se não tivesse nada, mas ainda tendo toda a riqueza.

Jesus na verdade, ainda tinha toda a riqueza de Deus, mas não se utilizou e desta forma é mais difícil do que a primeira, pois, aquele que doou tudo não tem a opção de retornar a ser rico.
Jesus, a qualquer momento poderia desistir de ser homem e retornar ao seu estado com todos os atributos de Deus, mas não o fez.
Em alguns aspectos, jesus era realmente um homem. Sentia fome, cansaço, dormia,… mas em outros aspectos as pessoas se espantavam dizendo: “nunca vi alguém como este homem.”, “Que homem é este?”
Jorge Himitian, em seu livro Jesus Cristo é o Senhor, classifica tudo que existe no universo em cinco reinos diferentes.

1 – Natureza: terra, os astros, plantas, animais,…;

“E, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram; E eis que no mar se levantou uma tempestade, tão grande que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo. E os seus discípulos, aproximando-se, o despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos! que perecemos. E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança. E aqueles homens se maravilharam, dizendo: Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?” – Mateus 8:23-27
Nesta situação, temos vários pescadores pedindo ajuda a um carpinteiro, pois estavam com medo do mar. Mas ali não era Jesus, era o Senhor da natureza. A natureza reconheceu o seu Senhor.

2 – Vivos: Todos os seres vivos;

“E aproximou-se dele um leproso que, rogando-lhe, e pondo-se de joelhos diante dele, lhe dizia: Se queres, bem podes limpar-me. E Jesus, movido de grande compaixão, estendeu a mão, e tocou-o, e disse-lhe: Quero, sê limpo. E, tendo ele dito isto, logo a lepra desapareceu, e ficou limpo.” – Marcos 1:40-42
Diante de uma pessoa doente, Ele restaurou a saúde.
Leia também: Marcos 2:3-12.

3 – Mortos: Alma e espírito;

Leia João 11.
Jesus teve autoridade para tornar vivo a Lazaro.

4 – Demônios: Espíritos sem corpos, anjos decaídos à serviço de Satanás (1/3);

“E navegaram para a terra dos gadarenos, que está defronte da Galiléia. E, quando desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem que desde muito tempo estava possesso de demônios, e não andava vestido, nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros. E, quando viu a Jesus, prostrou-se diante dele, exclamando, e dizendo com grande voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes. Porque tinha ordenado ao espírito imundo que saísse daquele homem; pois já havia muito tempo que o arrebatava. E guardavam-no preso, com grilhões e cadeias; mas, quebrando as prisões, era impelido pelo demônio para os desertos. E perguntou-lhe Jesus, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo. E andava ali pastando no monte uma vara de muitos porcos; e rogaram-lhe que lhes concedesse entrar neles; e concedeu-lhe. E, tendo saído os demônios do homem, entraram nos porcos, e a manada precipitou-se de um despenhadeiro no lago, e afogou-se. E aqueles que os guardavam, vendo o que acontecera, fugiram, e foram anunciá-lo na cidade e nos campos.” – Lucas 8:26-34
Os demônios reconheceram a Jesus como seu Senhor o qual deu somente uma ordem: “Vai…”.

5 – Anjos: Espíritos sem corpos à serviço de Deus (2/3).

Leia Mateus 26:47-56.
Jesus afirma que Ele tem sob seu domínio sobre anjos.
Uma legião = seis mil anjos.
Jesus aqui na terna como homem demonstrou-se Senhor sobre todos estes Reinos. Jesus permitiu que a humanidade visse uma pequena parte do que ele era.
É como se aquele mendigo mostrasse um extrato bancário para provar o que ele é.
Leia Mateus 8:23-27
Por isso ninguém pode ser comparado à Jesus e este Jesus que nós falamos habita em nós.

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.