Entrevista com Daniel Souza

Temos um compromisso com o propósito eterno de Deus através do evangelho do reino. Isto implica num compromisso com a palavra de Deus, através da didaquê, do kerigma e do exemplo. Nosso trabalho sempre manteve estes valores absolutos, quer através do Frutos, como do Discípulos e outras produções que o Senhor nos permitiu gravar.

Daniel Souza

Daniel Souza

1. “A vida, a obra e a ordem do Senhor Jesus” este é o tema que dá título ao CD. Como você chegou a esse título?

Daniel Souza: Não fui eu quem chegou ao título e, sim, o título que chegou a mim. Nós somos o resultado da proclamação da vida e obra de Jesus. Foi esta mensagem que gerou fé no meu coração para que eu hoje fosse um discípulo de Jesus.


2. O que Deus tem falado ao seu coração a respeito deste trabalho?

Daniel Souza: A bíblia diz que nestes últimos dias Deus está falando por meio de seu Filho, nosso Senhor Jesus Cristo (Hb.1.1-4). O que o Espírito fala ao meu coração a respeito deste trabalho é que ele cooperará com o propósito de Deus, que é continuar revelando seu Filho ao mundo.


3. Como foi produzir o cd Discípulos 4 no estúdio da Ame? Conte-nos sobre o mais novo empreendimento da Ame Produções.

Daniel Souza: Toda pré e pós-produção deste CD foi feita nos estúdios da Ame Produções. A alegria é indizível. Não somente por aspectos materiais, mas por toda uma liberação e confirmação de Deus.

Já gravei em alguns estúdios do norte e do sul do Brasil, como os estúdios da Life, em Porto Alegre. Fui muito abençoado e agradeço a Deus e aos irmãos que tanto me ajudaram. Que o Senhor os continue abençoando. O estúdio da Ame é uma ferramenta que o Senhor nos concedeu para produzir tudo o que coopera com a realização do propósito de Deus. Temos planos de abrir o estúdio para irmãos gravarem seus trabalhos a partir de 2005. Que o Senhor seja louvado através dele!


4.Alguma experiência marcou você na produção deste cd?

Daniel Souza: Tudo foi marcante, no entanto, quero destacar algumas experiências:

  1. A identificação da igreja com as mensagens dos cânticos. Nos ensaios e na gravação vimos um povo que sabia o que estava cantando e o fazia com intimidade, amor e gratidão.
  2. Também fiquei impressionado com os cânticos proféticos na faixa “Fazei discípulos”. Nada foi combinado. O Espírito Santo nos levou a declarar coisas absolutas para que a igreja viva como Deus quer.
  3. Ministrar uma canção com 4 gerações de discípulos solando também foi muito precioso.
  4. Ter o apoio de um coral de discípulos também foi lindo!

5. Nos relate antes, durante e depois da produção. Algo saiu do controle?

Daniel Souza: Graças a Deus, tudo foi sob o controle do Espírito Santo.


6. Já tem data definida para o lançamento do cd?

Daniel Souza: O lançamento do CD está previsto para março de 2005.


7. Você pretende fazer o lançamento do cd Discípulos 4 em outros estados?

Daniel Souza: Gostaríamos muito e já temos alguns contatos e convites. No entanto, um dos nossos grandes desafios de cada ano se chama agenda.


8. A série Discípulos terá continuidade? Ou vai parar no nº 4 como a série Frutos do Espírito?

Daniel Souza: O Senhor já nos deu a revelação sobre o Discípulos 5 e também sobre o Frutos 5, que deve ser a próxima produção. Precisamos de orações neste sentido.


9. Gostaria que você fizesse um paralelo entre a série Frutos do Espírito e a série Discípulos. Quais as principais mudanças (positivas e negativas, se poderíamos assim dizer) nestas produções?

Daniel Souza: Temos um compromisso com o propósito eterno de Deus através do evangelho do reino. Isto implica num compromisso com a palavra de Deus, através da didaquê, do kerigma e do exemplo. Nosso trabalho sempre manteve estes valores absolutos, quer através do Frutos, como do Discípulos e outras produções que o Senhor nos permitiu gravar.

Creio que a diversificação fala mais de um tempo específico e do sopro do Espírito Santo, aquele que guia nossa vida e ministério (Jo.3.8).
Outra aspecto importante é que tanto o “Frutos do Espírito” como o “Discípulos” são produções “ao vivo”. São sopros do Espírito sobre os momentos pelos quais passa a igreja local e extra local; são sons da revelação.


10. Conte-nos sobre a gravação do DVD. É o primeiro trabalho da Ame? Quando este trabalho estará disponível para o consumidor?

Daniel Souza: O “Discípulos 4” é nosso primeiro trabalho em DVD. A gravação foi maravilhosa. Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos (Sl.133)! Creio que o DVD estará disponível no segundo semestre.


11. Você já teve alguma direção de Deus para gravar cd em outro estado?

Daniel Souza: Ainda não posso dizer que é uma direção, mas, sonho é. Já temos convites. O Senhor confirmará, se esta for sua vontade.


12. Após uma gravação você já começa a compor as músicas para o próximo CD?

Daniel Souza: As músicas são mandadas pelo Senhor independente da gravação. O relacionamento que temos com Deus também é refletido através das canções. A gravação é conseqüência. O fim não é a gravação. Existem algumas canções, e muito antigas, que nunca foram gravadas. Talvez algumas ficarão entre eu e Deus, sem que ninguém mais tenha acesso a elas. Que nossa glória seja Cristo e não as gravações.


13. Como nasceram as canções?

Daniel Souza: As canções nasceram do coração de Deus. São textos literais da palavra, e a palavra é de Deus. Tenho plena convicção disto, razão pela qual toda glória vai para quem merece.


14. O que você falaria para os músicos que gostariam de seguir o seu exemplo?

Daniel Souza: Estamos caminhando por fé para que um dia possamos dizer o mesmo que Paulo: “Sede meus imitadores como eu sou de Cristo” (1Co.11.1).


15. Como você concilia convites, família e pastoreamento?

Daniel Souza: Mantendo meus olhos firmes no alvo que Deus estabeleceu para mim. Este alvo representa minha motivação em atender convites, me dedicar a família e cooperar no pastoreio da igreja. O que é mais importante para Deus?
A realização do propósito de Deus é mais importante que os convites, que a família e que o ministério. Estas três coisas não podem existir como um fim em si mesmas. Vivemos para cooperar com o que Deus quer e isso também se aplica aos convites, à família e ao pastoreio. Para Deus tudo se torna importante quando coopera com a realização de seu propósito: ser o Pai de muitos filhos semelhantes a seu primogênito, Jesus.


16. Se Deus pedisse para você arrumar sua casa para encontrá-lo, o que você arrumaria?

Daniel Souza: Creio que eu ficaria numa situação difícil, por não me sentir capaz de arrumar nada em minha casa ou vida. Eu dependo de Deus e é por isso que decidi entregar o governo de minha vida ao Senhor Jesus. Se ele não fizer algo em mim ninguém o fará, nem mesmo eu. Por isso, antes que ele peça tal coisa, farei meu pedido primeiro: “venha o teu reino…” (Mt.6.10).


17. Você tem projeto para escrever um livro?

Daniel Souza: Tenho. Mas no momento representa meu projeto. Quando passar a ser projeto de Deus creio que o livro virá a existência.


18. O que é um verdadeiro adorador?

Daniel Souza: É alguém semelhante a Jesus.


Fonte: Igreja em São Vicente

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.