Discernindo o Corpo de Cristo: O Pão

Introdução com testemunho

Procurando um local para o retiro de carnaval do ano de 2012, visitamos um local em Carpina no qual já estava reservado para outra congregação. Ao saber da ocupação do local, me veio em mente o seguinte comentário: “infelizmente os outros irmãos chegaram primeiro…”, porém em meu coração o Espírito Santo mudou a frase para: “Fico feliz pelos irmãos que não conheço por já estarem em um lugar tão bom como este…”. Em seguida a responsável pelo lugar me respondeu: “Você é a primeira pessoa que agradeceu por outras pessoas estarem aqui antes de vocês”.

Essa situação é triste porque demonstra o quanto a igreja do Senhor está dividida.

Falar de Ceia é falar de unidade e comunhão do corpo.
Falar de Ceia, Corpo e unidade são coisas que devemos preservar.

“Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.; E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade; E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.” – João 17:14; 19-22

Neste texto João relata as ultimas palavras de Jesus antes da traição. Jesus poderia ter orado por tantas outras demandas, mas suas ultimas palavras foram estas: “E eu lhes fiz conhecer o teu nome, e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja.” (João 17:26).

Existem lugares em que cristãos são queimados vivos por causa do Evangelho. Ali é a comunhão com o sofrimento de Cristo e ali também são nossos irmãos. Precisamos interceder uns pelos outros, assim nos tornamos perfeitos na unidade.

Na Ceia temos um só corpo, um só Espírito e um só Senhor. Temos esta graça de não estarmos sós.

Relembremos as situações, necessidades, alegrias, etc. que passamos e superamos por causa do Corpo. As vezes passamos necessidade onde um irmão nos ajuda a superar, outras vezes temos alguém enfermo e outro irmão socorre. Orações que só você e Deus sabia e um irmão vem e te dá uma palavra em resposta a sua oração.
Fazemos parte de um só corpo e não estamos sós. Como é bom participar da comunhão de Cristo.

Não há comunhão entre Cristo e o mundo. Paulo falava que muitos já dormem porque não discernem o corpo e se você não está em comunhão com Cristo, não ceie. Não faça isso consigo.

Se você vai cear e está com problemas com algum irmão, você não pode dividir o indivisível. Ele não está dividido.

Não vamos dividir o pão, vamos partir o pão, ele vai ser multiplicado.

“Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim; Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.” – 1 Coríntios 11:23-24; 27

Há muitas coisas que poderíamos falar a cerca do partir do pão, mas hoje destacamos que Jesus dizia que se você vai entregar tua oferta no altar e sabe que teu irmão tem algo contra ti, pare onde está e te reconcilia com ele porque vale mais a unidade do que o sacrifício.

Em Atos temos que era um o coração dos que criam e nenhum considerava seu o que tinha, mas de todos.


Esta ministração está dividida em duas partes:

  1. Discernindo o Corpo de Cristo: O Pão
  2. Discernindo o Corpo de Cristo: O Vinho

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.