Deus pode adoçar os abacaxis

Podemos dizer que a nossa vida é dividida em estações, pois assim como as árvores, passamos por momentos de beleza, frutos e paz, mas também passamos por momentos de sequidão, transformação, correção e até de dor. A palavra de Deus afirma que Deus nos leva ao deserto para falar ao nosso coração, para nos mostrar o que temos plantado, para nos mostrar nossas escolhas erradas (Oséas 2:14). Às vezes faz-se necessário a Deus que Ele nos leve a momentos ou situações onde as nossas esperanças e sonhos são colocados em cheque, são questionados para que percebamos o que temos plantado. São os momentos de demissão de um emprego tão essencial, é o afastamento de um filho ou dos pais do caminho do Senhor, é o divórcio dos pais, o envolvimento dos filhos com drogas ou homossexualismo, é o término de um namoro e …enfim, são momentos que, apesar de saber que colhemos o que plantamos e que provavelmente precisamos corrigir o nosso caminho ou erros do passado, o nosso coração se entristece profundamente e as promessas de Deus para nossa casa, sustento e futuro parecem que não irão se realizar.

É exatamente nesse momento que satanás age, nos fazendo acreditar que nunca teremos paz, que nossos sonhos não se realizarão, que Deus nunca terá misericórdia de nossos erros no trabalho ou na educação dos nossos filhos por exemplo.

Venho aqui dizer a todos o que Deus tem dito ao meu coração: isto é mentira do pai da mentira!

É fato que a lei da semeadura e da colheita nos mostra que o que plantarmos, assim colheremos. Não é por que Deus é ruim ou lhe falta misericórdia, mas por que ele é justo. Não seria justo que alguém que plantasse abacaxi, colhesse uva, pelo contrário, o justo é que, quem plante abacaxi, colha abacaxi. Porém, existe um segredo que precisamos descobrir, um segredo que o povo de Israel descobriu e precisamos ter imprimido no nosso coração: Deus é bom e a sua misericordia dura para sempre (Salmos 106:01).

Você já parou para pensar no que isso significa? Deus tem falado muito forte ao meu coração acerca dessa verdade e quero compartilhar com vocês.

Primeiro, essa verdade basicamente significa que Deus tem compaixão pela nossa dor e miséria, que ele não está com olhos e ouvidos tapados para nossa casa, nosso sustento, nossa família, Ele se preocupa conosco apesar das nossas escolhas erradas. Segundo, siguinifica que a sua misericórdia está sobre nós para sempre, está sobre nossos filhos, nossos pais, nossos discípulos e nosso futuro.

Mas na prática, como isso se aplica? Vejamos na história de israel. Durante muitos séculos o povo de Israel só tinha um rei, o Senhor dos Exercitos. Deus julgava através dos juizes e falava com o povo através dos profetas, mas o único rei era o próprio Deus, o Jeová. Mas o povo começou a ver a saudação que outros povos faziam para seus reis e desejaram no coração ter um rei humano. A palavra de Deus diz em 2 Sameul 8 que não era o plano de Deus que houvesse rei em Israel, mas Deus assim o permite por que essa era a vontade do povo, esse era o desejo dos seus corações. Deus advertiu o povo, mas ainda assim eles escolheram ter um homem como rei. E o que Deus em sua infinita misericórdia fez? Ele permitiu. O povo sofreu com o rei Saul que era um rei segundo o coração dos homens, mas a história não parou aí. Saul desobedece ao Senhor, o povo sofre, muitos morrem, mas Deus, em sua infinita misericórdia se compadece de Israel e levanta a Davi, um rei segundo o Seu coração.

Deus é infinito em sua misericórdia, ele permitiu que o povo sofresse, pois era isso o que eles tinham plantado. Mas Ele é tão lindo, tão bom, tão infinito em bondade que, imagino eu (não se conteve), e mudou a história de Israel levantando um rei justo que buscava a sua presença. Israel ainda tinha rei, esse não era o plano inicial de Deus, eles sofreram muito com os erros de seus reis, inclusive de Davi, mas Deus fez com esse abacaxi semeado fosse doce e digerível por causa do Seu amor.

E assim será conosco, assim é conosco. Plantamos sementes erradas às vezes, mas a infinita misericórdia e bondade de Deus transformará o fim da história. O final do nosso filme não será triste, será um resplendor da misericórdia e bondade de Deus que inundará as conseqências das nossas escolhas de paz e alegria em Cristo apesar da dor.

Que creiamos nessa verdade e caminhemos com fé crendo e louvando a bondade de Deus antes mesmo d’Ele mudar a nossa história e adoçar nossos abacaxis. Que fassamos como o rei Josafá em 2 Crônicas 20, que antes mesmo da vitória, declarou “Rendei graças ao Senhor porque a sua misericórdia dura para sempre”. Pois quando declaramos a bondade e misericórdia de Deus em meio a nossa dor, em meio ao tratamento de Deus com nossos erros, abrimos a porta para que Deus aja em nosso favor e rejeitamos o espírito de amargura enviado por satanás para nos oprimir.

Creimaos na bondade do Senhor porque ele é BOM e pode adoçar nossos abacaxis!!!

por Henne Souto

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.