Deus não desistiu do seu Propósito

É uma palavra para lembrar algo que já ouvimos e aprendemos. Pois nós que seguimos a Jesus precisamos constantemente trazer a memória as verdades de Deus e do Senhor Jesus Cristo. Nosso modo de vida tem estar de acordo com a palavra.

As 03 perguntas

Uma verdade que temos que entender é que o real sentido da vida é diferente do que vemos aqui (no mundo real), Salmos 90.9: Nascer, crescer, se profissionalizar, criar filhos e morrer. A vida é só isto?

Há 03 perguntas cujas respostas não encontramos em nós mesmos:

  1. Para que fui criado?
  2. O que eu estou fazendo aqui neste mundo?
  3. Para onde eu vou?

Quando olhamos para dentro de nós mesmos continuaremos sem respostas.

Criados com um Propósito

O que a bíblia diz sobre isto? Colossenses 1.16 nos fala que tudo foi criado por meio dEle e para Ele. Há pessoas que tem convicção que Deus existe e que Ele é o criador, mas não sabem por que estão aqui e para que foram criados. Deus tem um propósito eterno e nós fazemos parte deste propósito.

Gênesis 1.26-28 fala que quando Deus abençoou este casal, Deus instituiu a primeira família. Não foi vontade Adão, Deus os capacitou. O Pai queria desfrutar da presença de muitos filhos semelhantes a Ele.

Eclesiastes 3.11 fala que fomos criados para sermos eternos. Quando ouvimos isto e pensamos na morte ficamos confusos, mas este foi o projeto de Deus no início, e ele sofreu uma interrupção por causa do pecado. Quando eles começaram a tomar suas próprias decisões, eles deixaram a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Eles decidiram viver por conta própria e ficaram desqualificados para gerarem filhos iguais a Deus e terem um relacionamento com Ele. Em Gênesis 5.3-4 vemos que os filhos gerados em Adão não são mais a imagem de Deus, e sim a ele mesmo. A partir daí todo homem que nasce, nasce com a raiz do pecado em seu coração.

Deus não desistiu do seu Propósito

Apesar de tudo isto, Deus não desistiu do seu propósito original. Ele não criou um propósito genérico. Ele nos deu seu Filho, João 3.16. Jesus veio nos resgatar e nos trazer de volta ao Pai.

O homem estava separado de Deus por causa do seu pecado. Jesus é a ponte que nos leva a nos relacionarmos com o Pai novamente (1 Timóteo 2.5). Talvez você diga:
– Tu, fulano, você pode ser a ponte para mim?
– Eu não! Só através de Jesus!

Quando uma criança nasce na carne, nasce à semelhança de Adão, na natureza pecaminosa. Quem já ensinou uma criança a dar tapa no rosto do pai? Mas quando nascemos de novo, temos nossos pecados perdoados e somos uma nova geração, João 3.1-7.

O projeto de Deus para o homem no dia de hoje é o mesmo de quando ele o criou em Adão. O Pai ainda deseja ter uma família de muitos filhos semelhantes a Jesus para a glória de Deus Pai.

Respostas às 03 perguntas cruciais.

Então, através da palavra de Deus, podemos responder aquelas três perguntas cruciais:
a. Para que eu fui criado? Romanos 8.29 e Efésios 1.3-5. Nascemos para fazer parte da grande família de Deus e assim nos relacionarmos constantemente com Ele.

b. O que estou fazendo aqui neste mundo? Nós estamos aqui de passagem, mas há um objetivo: cooperar com Deus para que o seu Eterno Propósito se concretize. Ou seja, para tornar a família de Deus cada vez maior. Isto acontece quando entregamos o governo da nossa vida ao Senhor Jesus. Daí o Senhor nos diz: “Eu te adoto, eu tenho a direção”. A partir dessa entrega, passamos a ser verdadeiramente seus filhos. Restauramos em nós o que Adão perdeu. O Espírito Santo passa a morar em nós, daí o Pai passa a morar em nós também. Esta grande família espalhada sobre a terra é a igreja. Ser igreja significa não viver dirigido pela minha própria cabeça, e sim ser dirigido pela palavra. De boa vontade ser dirigido pela boa, agradável e perfeita vontade de Deus. A única maneira de viver o Reino é ouvindo a palavra e praticando. Alguém pode perguntar: “Será que é possível viver assim?”. Sim. O Espírito Santo vai nos ajudando, fortalecendo. Além disso, temos uns aos outros. Isto nos fortalece, mas não podemos nos enganar: Isto não é fácil.

Quando passo pela porta (arrependimento, batismo e dom do Espírito Santo), vejo Satanás, louco por uma brechinha. Ele fará o possível para que todos se desviem, 1Pe 5.8. Qual deve ser a nossa postura ao trilharmos o caminho de Deus? Hebreus 12.1-2. Aqui se fala em 03 posturas: Desembaraçando-nos – é deixar o pecado e o embaraço (algo que nem é pecado, mas que nos afasta de Deus). Não são só as grandes coisas que nos afastam de Deus, as pequenas coisas também: um hábito, um tipo de emprego, um time de futebol, a TV. Tudo que distrai o olhar para Jesus deve nos deixar temerosos. Corramos – às vezes corremos muito e achamos que estamos correndo a carreira do Reino. Às vezes somos ativistas. Às vezes estamos tão ocupados dentro da igreja, que nem sabemos qual a última vez que ouvimos a palavra. A carreira que nos está proposta é o “para que estamos neste mundo”.

Primeiro é o fazer discípulo. Lembro-me de uma frase do César Morgado: “no Reino posso até estar fazendo muita coisa, mas se não estou fazendo discípulo não estou fazendo nada!”.
O segundo é compartilhar com os outros o que recebemos do Senhor. Olhando firmemente para Jesus – muitos desistem do caminho porque olham para homens falhos, que nos decepcionam. Outros olham para as tribulações da vida.

c. Para onde eu vou após a morte? 1 Coríntios 15.50-57. Uma das maravilhas que recebemos em Cristo é a vida eterna, o corpo físico um dia morre, mas naquele dia ressuscitaremos e viveremos com Ele.

Culto ministrado por Joel Jordão

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.