Denunciando as obras do Diabo

 

“Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo.” (I João 3.8)
Irmãos, meu objetivo com esse artigo é simples, é lembrá-lo mais uma vez que estamos numa guerra espiritual e lhe ajudar a identificar as ações de seu inimigo. Se Jesus se manifestou para destruir as obras do diabo, quando denunciamos as suas ações, também estamos contribuindo para o propósito de Deus.

“Já não falarei muito convosco, porque aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em mim;” (João 14:30)
A motivação principal para eu escrever esse texto é o amor a Deus, pois é esse amor que me faz não querer ter nenhuma parte com aquele que não tem nada em Jesus e que é o inimigo declarado de Deus. É esse mesmo amor que me leva a querer ajudar a quem Deus mais ama: você.

“Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.” (João 8:44)

Uma das maiores mentiras do diabo, sua estratégia principal é convencer as pessoas que ainda não conhecem a Verdade de que ele mesmo não existe. Para os que já conhecem a Verdade, para os Cristãos, ele costuma fazê-los acreditar que não é bom pensar nele, nem falar sobre ele. Afinal de contas, estando nós desavisados e desarmados, sua ação destrutiva terá maior efeito sobre nossas vidas. Mas, não é isso que a Bíblia nos ensina. É óbvio que, quanto mais nos enchermos de Deus, mais fortes estaremos, mas a Bíblia nos ensina a nos mantermos alertas, vigilantes, sóbrios, conscientes do nosso inimigo e da batalha em que vivemos.


Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo.” (I Pedro 5:8-9)

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.” (Efésios 6:11-12)

Outra estratégia do diabo, sempre baseado na mentira e no engano, é tornar aquilo que vem dele, e não de Deus, aparentemente inofensivo ou até mesmo bom no início. Com esse engano, é assim que ele ganha mais espaço para fazer o que realmente deseja, puxarmos cada vez mais para baixo. Por odiar a Deus, ele quer fazer mal a quem Deus ama. Por ser inimigo de Deus, tornou-se nosso inimigo.

Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; “ (Lucas 22:31-32)

Por mais que não aparente, o propósito do diabo será sempre o oposto do propósito de Deus. Por isso, não se deixe enganar pelas aparências. Qualquer coisa que não venha de Deus, que não está no coração de Deus, estará no coração do diabo, vem dele, e mais cedo ou mais tarde lhe fará muito mal.

“O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (João 10:10)

Um terceiro ponto que preciso abordar é que o inimigo tem poder e esse poder é mais forte que você sozinho. Se você acreditar que o diabo não pode nada e que você pode vencê-lo da sua forma, estará em perigo. Durante um tempo, depois que me converti, eu vivia buscando ao Senhor, mas era completamente inocente ou ignorante em relação às astutas ciladas do inimigo. Não percebia quando ele semeava discórdia entre mim e meu marido, quando usava as pessoas para falarem algo destrutivo ou desanimador, quando colocava em minha mente pensamentos ou sentimentos vindos literalmente do inferno, quando gerava confusão, discórdia e tantas outras ações malignas. Você já teve algum sonho tão terrível, perverso, imundo ou abominável? É o diabo agindo enquanto dormimos. Portanto, não seja uma ovelhinha displicente ou inocente quanto aos perigos que o rodeia. Pois, não foi isso que nos orientou o Senhor Jesus.

“Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas.” (Mateus 10:16)

Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” (I Coríntios 10:12)

Precisamos estar no Senhor. Com o Senhor, vencemos o inimigo que é mais forte do que nós. E estar no Senhor é colocar em prática o que temos aprendido Dele: confessar pecados e tentações, andar na Luz, ler a Palavra, orar, buscar a presença de Deus, e tantas outras coisas que o Senhor tem nos ensinado.

“Com o teu auxílio, vencemos os nossos inimigos; em teu nome, calcamos aos pés os que se levantam contra nós.” (Salmos 44:5)

Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o Maligno.” (I João 2:14)

“Porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo.” (I João 4:4)

Outra experiência que tenho vivido mais recentemente na prática é que, quando estamos servindo mais a Deus, proclamando o seu Reino e cuidando de vidas, o inimigo de Deus, insatisfeito com isso, na intenção de interromper essa obra, levanta-se contra nós. Coisas antigas totalmente superadas parecem ressurgir ou novas coisas totalmente inusitadas surgem do nada. Primeiro certifique-se de que não abriu nenhuma brecha para o inimigo agir. Nesse caso, arrependimento e confissão são indispensáveis. Receba o perdão do Senhor. Porém, se não for esse o caso, alegre-se. Se você está incomodando assim e sofrendo essa oposição, é porque o Senhor através de você está dando um abalo no império das trevas. Contudo, além de se alegrar, revista-se ainda mais da armadura do Senhor, fortaleça-se ainda mais no Senhor, busque sempre ter cobertura espiritual, respeite as autoridades que Deus colocou em sua vida e não ande sozinho. Você também já sentiu do nada um desânimo em relação a algo que vai fazer para o Senhor? É ataque. Junte-se com seus companheiros de obra e orando a Deus repreenda tais sentimentos infernais.

“ Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus.” (Atos 4:31)

Como última denúncia, aviso que o diabo não usa nenhum tipo de regra, nenhum tipo de moralidade. Do mesmo jeito que não há limite para a bondade e misericórdia de Deus, não há limite para a maldade do diabo. Não espere nenhum tipo de cordialidade dele ou que ele vá facilitar de alguma forma. Quer ter certeza disso? Leia o jornal ou assista TV pelo menos uma vez por semana e você verá mal e perversidade sem fim. Tudo tem um início, portanto não deixe que o diabo inicie uma obra em sua vida. Não pague para ver. Obedeça a Deus e não faça a vontade do diabo e ele fugirá de você.

“Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” (Tiago 4:7)

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.