Cidade Bíblica – Sidon

Sidon, cidade portuária fenícia a 45 quilômetros ao sul de Beirute. Esta idílica cidade de Sidon não mostra indícios de seu passado esplendoroso. A arquitetura mais antiga provém da época das cruzadas ou da muçulmana.

Sidon, cidade portuária fenícia a 45 quilômetros ao sul de Beirute. Esta idílica cidade de Sidon não mostra indícios de seu passado esplendoroso. A arquitetura mais antiga provém da época das cruzadas ou da muçulmana. Os lugares escavados estão dispersos e alguns estão bastante distantes do centro da cidade.

No entanto, as povoações mais antigas remontam ao Paleolítico e no Gênesis, Sidon recebe o nome – provavelmente correto – de “primogênita de Canaã”. Durante a época de maior apogeu do comércio com o Egito, Sidon parece haver sido a cidade mais importante da Fenícia, apesar de sua frota haver esbarrado com a competição de Creta no século XVII a.C.

Desde a conquista por Tiglatpileser I em 1100 a.C., Sidon perdeu a hegemonia diante de Tiro e sofreu uma série de dominações estrangeiras por parte de assírios, babilônios, persas, gregos e romanos. Numa infeliz revolta contra Artaxerxes III, a cidade foi destruída no ano 350 a.C. e ao que parece 40.000 habitantes pereceram no incêndio.

Embora Sidon houvesse perdido fazia tempo os ganhos do comércio de além-mar, sempre voltou a recuperar-se graças a sua indústria do vidro e, sobretudo, à produção de púrpura, que também abastecia Israel. Um testemunho impressionante disso é a montanha de conchas, ao sul da fortaleza, de 45 metros de altura, que se originou do amontoamento das conchas de Murex.

Texto extraído do Livro “Arqueologia da Bíblia”, de Werner Keller – Editora Folio – 2008

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.