Cidade Bíblica – Damasco

A cidade é mencionada várias vezes nas cartas de Amarna. A partir do final do século XI a.C., tornou-se a capital do reino aramaico e durante um curto período de tempo pertenceu ao grande império do rei Davi.

Damasco, capital da Síria, encontra-se num oásis fértil entre o Hermon e o deserto sírio numa importante rota de caravanas.

A cidade é mencionada várias vezes nas cartas de Amarna. A partir do final do século XI a.C., tornou-se a capital do reino aramaico e durante um curto período de tempo pertenceu ao grande império do rei Davi. No entanto, já sob o reinado de Salomão, Damasco voltou a escapar do domínio israelita e foi a partir de então um incômodo vizinho na fronteira norte de Israel.

Conquistada no ano 732 a.C. por Tiglatpileser III, Damasco converteu-se numa cidade assíria de província. O domínio estrangeiro de persas, selêucidas, nabateus e romanos não permitiram o estabelecimento de um Estado independente, mas fomentaram a economia e o bem estar.

Nessa época, uma grande comunidade judaica vivia na cidade; diante de suas portas ocorreu a conversão de Paulo. Devido às múltiplas reedificações nos dois últimos milênios, a velho Damasco é quase inexplorável arqueologicamente. Seus poucos vestígios encontram-se no museu.

Texto extraído do Livro “Arqueologia da Bíblia”, de Werner Keller – Editora Folio – 2008

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.