As provações existem para nos transformar – O propósito do deserto

“Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o SENHOR, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos. Ele te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conhecias, nem teus pais o conheciam, para te dar a entender que não só de pão viverá o homem, mas de tudo o que procede da boca do SENHOR viverá o homem. Nunca envelheceu a tua veste sobre ti, nem se inchou o teu pé nestes quarenta anos. Sabe, pois, no teu coração, que, como um homem disciplina a seu filho, assim te disciplina o SENHOR, teu Deus”.  – Deuteronômio 8:2-5

Como Deus trata conosco? Ele nos leva para o deserto.

As provações existem para nos transformar - O propósito do deserto

Como é um deserto?

Um lugar de instabilidade
É um lugar extremamente frio durante a noite e extremamente quente durante o dia. Durante a noite a temperatura atinge cerca de 40º negativos de temperatura.

Um lugar árido
“que te conduziu por aquele grande e terrível deserto de serpentes abrasadoras, de escorpiões e de secura, em que não havia água; e te fez sair água da pederneira; que no deserto te sustentou com maná, que teus pais não conheciam; para te humilhar, e para te provar, e, afinal, te fazer bem”. – Deuteronômio 8:15-16

Os demônios quando expulsos iam para lugares áridos
Serpentes abrasadoras = Diabo
Escorpiões = Demônios

Lugar de privações e esterilidade
Falta das coisas mais essenciais.

Qual o propósito do deserto?
Humilhar e provar.

Qual o resultado na vida daquele que passou pelo deserto?
Receber revelação e conhecimento da vontade de Deus.

O deserto serve para humilhar e no deserto Deus encolhe Suas mãos. O povo tinha dinheiro para comprar comida mas não tinha onde comprar. Princípio:a única maneira que temos para sustento é buscarmos a deus. É ele quem nos sustenta no deserto. O povo comeu muita comida no Egito: deus deixou acabar a comida do Egito, para dar a comida espiritual para o povo. Não seria possível comer os dois alimentos. O povo ficou encurralado no deserto: Esta é a única maneira que temos para crescer. Transformado pela provação.

Transformado pela provação

(Romanos 8:28-29) “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos”.

Para os que amam a deus, todas as coisas cooperam. Disse Jesus: “aquele que me ama guarda os meus mandamentos” e disse também: “se alguém me ama guardará a minha palavra”. Tudo isso é fruto da fé que nós temos em deus. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que. vivem da fé – creem na palavra de deus, os que creem receberam poder, para serem transformados.

“Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”. – João 1:12-13

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. – Romanos 8:28-29

Este é um texto da palavra de deus que precisamos compreender claramente: ela não diz que deus faz que tudo saia da forma que eu quero. E também não diz que deus faz com que tudo na terra acabe com um final feliz. Sabemos que atualmente vivemos em um mundo decaído e existem muito mais finais infelizes do que felizes. Somente no céu tudo é perfeito, da forma que deus quer. É por isso que temos que orar: seja feita a tua vontade assim na terra como no céu.

Por isso existem algumas coisas que temos que observar: As provações existem para nos transformar

Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam”. – Tiago 1:12

Tentação = vem do interior
Provação = vem do exterior

Provação também são as dificuldades que passamos no nosso dia a dia. Transformados pela provação

Deus utiliza as provações para cumprir o seu propósito nas nossas vidas

“Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo; pelo contrário, alegrai-vos na medida em que sois co-participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando”. – 1 Pedro 4:12-13

Pedro nos assegura de que as dificuldades da nossa vida são normais e se levantam para nos provar: deus tem um propósito por trás de cada dificuldade o propósito de deus é desenvolver o nosso caráter. Em cada situação que acontece na nossa vida temos a oportunidade de praticarmos a palavra de deus. Deus utiliza cada situação que acontece na nossa vida para nos tornar igual a Jesus. Jesus nos alertou dizendo que no mundo passaríamos por aflições:

“Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”. –  João 16:33

Ninguém está imune a dor ou livre de sofrer. Todas as pessoas atravessam os anos das suas vidas tendo inúmeros problemas. A vida tem uma série de dificuldades: toda vez que você resolve uma, tem outra aguardando a vez. Nem todas as dificuldades são grandes, mas todas são importantes para o processo de crescimento que deus quer realizar na sua vida. Exemplo do povo de Israel: este povo passou por dificuldades no deserto. Deus permitiu acabar a comida no deserto para dar a eles o alimento espiritual.

Deus utiliza as provações para nos aproximarmos dele

Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido. Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR de todas o livra”. – Salmos 34:18-19

Foi assim com Davi: pelas lutas que passou na sua vida ele recebeu a revelação da vontade de deus para a sua vida e foi chamado de homem segundo o coração de deus. As nossas mais íntimas experiências de adoração ocorrem justamente nos dias mais sombrios das nossas vidas. Momentos de dor – de abandono – de sofrimento – de desespero. É nesses momentos que aprendemos a fazer nossas orações mais sinceras, autênticas e honestas a deus.

Deus utiliza as provações para nos dar revelação da sua vontade

“Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas”. – 2 Coríntios 4:17-18

É passando por dificuldades que nós aprendemos coisas a respeito de deus que não podemos aprender de nenhuma outra forma. As provações nos levam a confiarmos inteiramente em deus: “quando a vida é um mar de rosas, nós podemos passar o tempo adquirindo conhecimento sobre Jesus, imitando, citando as suas palavras e falando sobre ele. Mas somente quando passamos por dificuldades na nossa vida é que nós podemos conhecê-lo”.

Deus utiliza as provações para fortalecer a nossa fé

“Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações, para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo”. – 1 Pedro 1:6-7

A fé é certeza e convicção: deus quer que seus filhos estejam certos e convictos da sua existência e das suas promessas. Por isso ele diz que o justo viverá da fé: não outra forma de vivermos justamente se não for por fé. Muitas pessoas quando deparam com dificuldades na sua vida, recuam da sua caminhada e negam a sua fé.

“A que caiu sobre a pedra são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria; estes não têm raiz, crêem apenas por algum tempo e, na hora da provação, se desviam”. – Lucas 8:13

Deus não tem prazer neles
Diz que: “tudo o que não provém da fé é pecado”. – romanos 14:23b

Deus provou a fé dos antigos
“Pois, pela fé, os antigos obtiveram bom testemunho”. – Hebreus 11:2

Foi pela fé que os antigos receberam bom testemunho. Cada um deles, passaram por dificuldades e venceram.

“sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança”. – Tiago 1:3

Deus utiliza as provações para nos aperfeiçoar na obediência

“Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem”. – Hebreus 5:7-9

Jesus não precisava aprender a obedecer porque ele sempre foi obediente. A palavra de deus diz em (Filipenses 2:8) que ele foi obediente até a morte e morte de cruz. Mas deus tinha um propósito em tudo isso. Mostrar qual era sua vontade para toda a humanidade. Por isso também passamos por dificuldades. Para aprendermos a obedecer. A promessa de deus para os seus filhos.

“Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra”. – Apocalipse 3:10

“Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece”. – Filipenses 4:11-13

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.