Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia

“Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, tendo sido todos batizados, assim na nuvem como no mar, com respeito a Moisés. Todos eles comeram de um só manjar espiritual e beberam da mesma fonte espiritual; porque bebiam de uma pedra espiritual que os seguia. E a pedra era Cristo. Entretanto, Deus não se agradou da maioria deles, razão por que ficaram prostrados no deserto. Ora, estas coisas se tornaram exemplos para nós, a fim de que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram. Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; porquanto está escrito: O povo assentou-se para comer e beber e levantou-se para divertir-se. E não pratiquemos imoralidade, como alguns deles o fizeram, e caíram, num só dia, vinte e três mil. Não ponhamos o Senhor à prova, como alguns deles já fizeram e pereceram pelas mordeduras das serpentes. Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador. Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado. Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” – I Coríntios 10.1-12

Sabemos que esse texto foi escrito para a Igreja de Cristo, pois está dentro de uma carta dirigida à Igreja em Corinto, mas nos versículos acima isso é reforçado ainda mais. O Espírito Santo, através de Paulo, faz um alerta para aquela parte da igreja e para nós que somos igreja de Cristo hoje. O Senhor pede para que não ignoremos o fato de que, embora muitos tenham sido abençoados com a presença do Senhor, com os feitos do Senhor, embora muitos tenham até sido batizados e se alimentado do pão da vida e bebido das fontes de água viva, infelizmente nem todos foram vitoriosos, tendo muitos perecidos. E o que é ser vitorioso segundo o Senhor? Nem de longe é o conceito de obter sucesso desse mundo. Ser vitorioso é permanecer fiel até o fim, permanecer sendo Igreja, ou seja, embora nesse mundo, não pertencendo a ele e sim ao Senhor. O Senhor alerta que da mesma forma que aconteceu com o primeiro povo de Deus, poderia acontecer conosco, seu povo agora.

A Palavra de Deus nunca deve provocar em nós um sentimento de crítica aos outros, sejam do passado ou do presente. A Palavra de Deus deve penetrar fundo em nós mesmos, como faca de dois gumes, até discernir (distinguir, avaliar) nossos pensamentos e propósitos do coraçãoHebreus 4.12.

Existem outras coisas que, caso não haja arrependimento, confissão, conversão, mudança de atitude, vai nos fazer perecer, mas nesse trecho da Bíblia são destacadas quatro coisas más:

  • Idolatria
  • Imoralidade
  • Por o Senhor à prova
  • Murmuração

Idolatria

Quando eu era mais jovem, antes de me converter, estava conhecendo a Palavra de Deus e ela estava me purificando. No entanto, continuava frequentando locais e eventos que não devia, como o carnaval. Lembro que em um ano, em plena “folia” de Olinda, cercada de pessoas por todos os lados que estavam totalmente entregues àquela orgia e idolatria, eu praticamente tive uma visão espiritual. Senti um peso tão terrível naquele ambiente, naquelas pessoas, percebi tantos endemoniados, quase cheguei a ver os próprios demônios. Parecia que eu estava no inferno. Isso aconteceu porque eu estava sensível ao Espírito Santo. Preciso ressaltar que não estava fazendo o que as pessoas faziam, não estava bebendo uma gota de álcool, não estava dançando aquelas danças “sexuais” e nem me agarrando com ninguém. Estava com minha família, “apreciando” o lado cultural. No entanto, com o passar do tempo e com a falta de uma decisão minha, continuando a frequentar e participar de eventos como este, mesmo com as “melhores” das intenções (cultura, estar junto da família e amigos, etc.) essa sensibilidade ao Espírito foi se acabando até desaparecer. Já não sentia mais peso algum em lugar algum. Não tivesse Deus me resgatado, eu teria perecido como muitos daquelas multidões.

Imoralidade

Praticar a imoralidade é fazer o que a nossa natureza carnal deseja. É o contrário da pureza. É se entregar à malícia. Antes mesmo de evitar práticas imorais, podemos e devemos combater os pensamentos e sentimentos imorais, ou seja, cortar na raiz. Temos o Senhor a nosso favor, Ele realiza em nós tanto o querer como o efetuar.

Por o Senhor à prova

Por o Senhor à prova é questionar o poder de Deus, é querer que Ele o prove. Revela incredulidade e falta de temor a Deus.

Murmuração

Falta de gratidão. Quando estamos ingratos com o que Deus tem feito ou nos dado, conseguiremos adorar a Deus? A murmuração revela um coração distante de Deus e sem amor por Ele. Quando amamos a Deus, reconhecemos que tudo que ele faz e da forma que faz é lindo e perfeito. Quando somos murmuradores estamos na verdade murmurando contra Deus.

Tudo que está escrito aqui é para nos ajudar a vigiar, a estarmos atentos e não distraídos ou enganados. Pois, atentos, poderemos recorrer Àquele que pode nos ajudar. Recorrendo a Ele, sempre receberemos socorro. O Senhor falou muito comigo mesma, eu faço parte dos destinatários dessa mensagem. Todos na verdade fazemos. Por isso, diz o texto: Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia. Vamos identificar os terrenos perigosos pelos quais temos andado e saindo deles evitar a nossa queda.

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.