Aprendendo sobre o amor do Pai

Heitor no colo do papai Alexandre

Heitor no colo do papai Alexandre

Hoje o Senhor falou comigo através de uma situação simples que passo com Heitor no dia a dia. Na tentativa de colocar ele para dormir, por padrão, colocamos ele sobre o nosso peito e o seguramos firme, com todo o carinho do mundo, contudo, quando ele não está com sono de verdade, ele sempre fica tentando se afastar do nosso colo (empurrando com as perninhas). Seja para ver o mundo ao seu redor, as cores vibrantes, ou para tenta se virar ou se levantar sozinho, ou ainda para prestar atenção em outras coisas, e tenta meio que ficar “independente”. Enquanto isso, nós pais, ficamos sem entender o que ele realmente quer, pois, não seria ali o melhor lugar para ele? Seguro em nossos braços, rodeado de carinho e cuidado? Porque ele iria querer se afastar disso?

Bem, depois de algum tempo relutando e tentando levantar a cabeça, depois de muita observação de tudo ao redor, ele meio que cansa e percebe que na verdade o que ele mais quer é o colo. Nesse estágio, o nosso esforço para que ele durma é mínimo, pois, parece que as cores não estão mais tão vivas como antes, nem o mundo ao seu redor parece tão interessante, pois, parece que finalmente ele percebeu que ali era o melhor lugar para ele. Então, ele se agarra com força como se fosse seu lugar mais seguro e confia que cuidaremos dele, e por fim descansa e dorme profundamente.
De forma muito semelhante, muitas vezes é assim a nossa relação com Deus. Ele quer nos acolher em seus braços, nos manter seguros, mas, muitas vezes insistimos em relutar, em levantarmos sozinhos, em querer ver as “cores do mundo” ou mesmo, apenas tentamos ser independentes. Mas, depois de algum tempo nessa “posição”, percebemos o erro e só queremos o colo do Senhor. Percebemos que as coisas desse mundo não são tão interessantes assim, que as “cores” não são tão vivas, e que a alegria é temporária. Pensamos novamente no colo do Pai, e passamos a querer seu aconchego, seu amor que nos aquece e nos protege, então, voltamos o nosso olhar para Ele,que é de onde vem o nosso socorro, e lembramos que não há nenhum lugar mais seguro do que os seus braços.
Não que Heitor saiba o que é o mundo, ainda não chegou a hora dele saber disso, nem muito menos ele está trocando o nosso colo pelo mundo ao seu redor, sabemos que isso se dá por conta aos estímulos visuais e sonoros ao seu redor e que isso faz parte do seu desenvolvimento cognitivo, contudo, o Senhor sempre encontra formas de falar conosco, basta apenas prestar atenção.
E que nós possamos sempre lembrar que o melhor lugar para estarmos é nos braços do Pai… e que nada nesse mundo pode se igualar ao seu Carinho, ao Seu aconchego, ou ao seu colo.

por Alexandre Lima

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.