Algumas considerações sobre REVELAÇÃO

Algumas considerações sobre REVELAÇÃO

(Mateus 11:25-27) Por aquele tempo, exclamou Jesus: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.

Foi do agrado do Pai, ocultar dos sábios e instruídos, os mistérios do seu reino, e revelar somente aos pequeninos. Ocultar significa: Esconder, encobrir, não deixar ver, não contar. Deus é quem escondeu, encobriu, não deixou que eles vissem os mistérios do seu reino.

Revelar significa: Esclarecer, fazer conhecido, manifestar. Declaração de coisa que estava em segredo. Deus é quem esclarece, faz conhecer, manifesta aos pequeninos, o que está em segredo.

(Colossenses 1:26-27) O mistério que estivera oculto dos séculos e das gerações; agora, todavia, se manifestou aos seus santos; aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória.

Aos pequeninos é dado conhecer o mistério do reino:

(Marcos 4: 10-12) Quando Jesus ficou só, os que estavam junto dele com os doze o interrogaram a respeito das parábolas. Ele lhes respondeu: A vós outros vos é dado conhecer o mistério do reino de Deus; mas, aos de fora, tudo se ensina por meio de parábolas, para que, vendo, vejam e não percebam; e, ouvindo, ouçam e não entendam; para que não venham a converter-se, e haja perdão para eles.

(Isaías 6:9-10) Então, disse ele: Vai e dize a este povo: Ouvi, ouvi e não entendais; vede, vede, mas não percebais. Torna insensível o coração deste povo, endurece-lhe os ouvidos e fecha-lhe os olhos, para que não venha ele a ver com os olhos, a ouvir com os ouvidos e a entender com o coração, e se converta, e seja salvo.

Coração insensível é: apático – anestesiado – privado de sensibilidade – indiferente.
Deus tornou o coração do povo insensível, apático, indiferente. Ele privou da sensibilidade com o propósito de verem, ouvirem, mas não entender, não se converter para não serem salvos.

Diz em romanos que o próprio Deus é quem entrega aqueles que resistem a verdade.
(Romanos 1:28) E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes,

Quem são os sábios e instruídos?

Na palavra de Deus, os sábios e instruídos, são os doutores da lei, (escribas e fariseus). Nos nossos dias: (relacionado a igreja) São os religiosos ou as pessoas que vivem independentes de Deus. (pessoas que decidem governar a sua própria vida).

O que é um religioso? É aquele que tem o conhecimento, mas não tem a prática, aquele que tem a fé, mas não tem as obras.

O que é um independente? É aquele que governa a sua própria vida.

Suas características:
Resistem a verdade – resistem ao ensino – resistem as autoridades – endurecem os seus corações – tem conhecimento, mas não tem a vida – criticam – murmuram – questionam o ensino.

(2 Timóteo 3:7-9) (7) que aprendem sempre e jamais podem chegar ao conhecimento da verdade. (8) E, do modo por que Janes e Jambres resistiram a Moisés, também estes resistem à verdade. São homens de todo corrompidos na mente, réprobos quanto à fé; (9) eles, todavia, não irão avante; porque a sua insensatez será a todos evidente, como também aconteceu com a daqueles.

Exemplos de sábios:
Janes significa: (hebraico) Deus é bom?
Traz o significado de: Questionador – duvidoso – inseguro – incredulidade.

Jambres significa: (hebraico) Opositor.

(Êxodo 7:11) Eram sábios e encantadores. Feiticeiros – ilusionistas. O propósito do diabo (OPOSITOR) é: roubar – matar – destruir.
Estes homens resistiram a Moisés: Moisés significa: Autoridade espiritual. Eles também resistiram a verdade: significa: Resistir ao ensino da palavra e aos mandamentos do próprio Deus. A verdade é Jesus e a Sua palavra.

O apóstolo Paulo estava falando para a igreja. Isso significa que toda esta lista de pessoas estava no meio da igreja:

(Filipenses 3:18-19) Pois muitos andam entre nós, dos quais, repetidas vezes, eu vos dizia e, agora, vos digo, até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. O destino deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles está na sua infâmia, visto que só se preocupam com as coisas terrenas.

(1 João 2:19) Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos.

Estes também são os sinais dos últimos dias. A palavra diz que seriam tempos trabalhosos (difíceis) porque muitos resistiriam a verdade, mas dariam ouvidos a doutrinas de demônios. (ITM 4:1). Esta palavra é uma exortação para que a igreja não venha a ser destruída ou dividida.

Deus ocultou dos sábios e instruídos, mas revelou aos pequeninos.

Quem são os pequeninos?

São os discípulos de Jesus. Aqueles que são dependentes de Deus. Que renunciaram a sua própria vida por amor de Cristo e do evangelho. Aqueles que estão sujeitos a Cristo através da vida dos irmãos. Aqueles que se submetem as autoridades. Aqueles que não resistem ao discipulado.

Suas características:
Recebem de bom grado a palavra – guardam a palavra no coração – não resistem ao ensino. (ex: toda a classe de pessoas tem dificuldade de compreender, mas somente o discípulo é dado o direito de receber revelação por causa do discipulado).

Jesus nos dá o exemplo de como devemos receber o reino:
(Marcos 10:13-15) Então, lhe trouxeram algumas crianças para que as tocasse, mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se e disse-lhes: Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele.

Existe uma porta de entrada para o reino de Deus: a palavra diz que de maneira nenhuma entraremos nele se não nos tornarmos como crianças (pequeninos).

Deus promete galardão para aqueles que cuidam dos pequeninos:
(Mateus 10:42) E quem der a beber, ainda que seja um copo de água fria, a um destes pequeninos, por ser este meu discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão.

Promete castigo para aqueles que os fazem tropeçar:
(Mateus 18:6) Qualquer, porém, que fizer tropeçar a um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar.

Temos a responsabilidade de cuidarmos uns dos outros.

Como você conheceu o Um Só Corpo?

  • Inclua outra resposta

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.