Duas regras que valem ouro para a vida de um casal

A primeira regra, qualquer casal pode viver, a segunda, só com o discernimento do Espírito Santo.

1ª) Faça com o outro o que você quer que faça com você.

Se esforce para identificar a necessidade do outro.

Provérbio antigo: “Não faça com o outro o que não quer que façam com você.” – Traduzindo: não se meta na minha vida.

“Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas.” – Mateus 7:12

Neste texto, Jesus estabelece uma riqueza nas relações interpessoais: Cuido do outro como você quer ser cuidado. Jesus trouxe uma mudança radical no “provérbio”.

O Tempo

O tempo pode ser um aliado ou inimigo. Precisamos transformar o tempo em um aliado.

Fale para o outro o que você quer ouvir.

Pontos negativos desta regra.

  • Falta de perdão – Se eu discuti com minha esposa/marido, já dei margem para o erro. Não importa quem errou primeiro, a verdade é que os dois erraram. Preciso pedir perdão.
  • Raiva – O silêncio é pior que a gritaria. “Matar na unha” e ser indiferente é uma péssima atitude.
  • Falta de interesse pelo “mundo” do outro – Eu gostaria que ele compreendesse o meu mundo, o que penso.

Uma boa atitude é buscar do Senhor em oração e esperar o momento certo para falar, mas “não se ponha o sol sobre a vossa ira”.

Pontos positivos desta regra.

  • Serviço – Precisamos servir um ao outro.
  • Elogio – Elogiar o trabalho do outro, reconhecendo sua intenção mesmo quando não foi feito como deveria.
  • Afeto – Toque, carinho – diferente de carícia.

2ª) Os seus inimigos não estão dentro de seus muros, mas do lado de fora.

“Nós, porém, oramos ao nosso Deus, e pusemos guarda contra eles de dia e de noite. Então disse Judá: Desfalecem as forças dos carregadores, e há muito escombro; não poderemos edificar o muro. E os nossos inimigos disseram: Nada saberão nem verão, até que entremos no meio deles, e os matemos, e façamos cessar a obra. Mas sucedeu que, vindo os judeus que habitavam entre eles, dez vezes nos disseram: De todos os lugares de onde moram subirão contra nós. Pelo que nos lugares baixos por detrás do muro e nos lugares abertos, dispus o povo segundo suas famílias com as suas espadas, com as suas lanças, e com os seus arcos.” – Neemias 4:9-13

“Eles o subornaram para me atemorizar, a fim de que eu assim fizesse, e pecasse, para que tivessem de que me infamar, e assim vituperassem.” – Neemias 6:13

Cuidado com os desvios que o inimigo propõe na obra de sua casa para tirar o foco. Foi o que Sambalate tentou fazer com Neemias.

“Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniquidade nas regiões celestes. Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça, e calçando os pés com a preparação do evangelho da paz, tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos” – Efésios 6:10-18

O inimigo irá lançar setas para dentro do nosso muro. Não podemos nos desarmar ao chegar em casa, precisamos estar armados contra o inimigo pois a luta é em tempo integral.

Nossa luta é pelo nosso cônjuge e não contra ele!

Compartilhe com seus irmãos e amigos


ou copie este link e envie para seus contatos

Seja o primeiro a comentar!



* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do site e passarão por aprovação do administrador.